De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o território brasileiro abriga mais de 13% da água doce do mundo. Embora seja um País privilegiado em relação à quantidade de mananciais, o elevado consumo somado ao grande desperdício de água tem alertado autoridades e população sobre sua econômia.

 

Neste sentido, ações de uso sustentável da água são difundidas em todo o Brasil. Campanhas incentivam simples mudanças de atitudes, que vão desde evitar banhos demorados, até reaproveitamento da água da chuva. Inclusive falaremos mais no futuro em um post especial sobre como é possível reaproveitar a água da chuva para uso doméstico.

Aparelhos eletrônicos e lâmpadas ligados sem necessidade também indicam desperdício de água. Isto porque a maior parte da energia do Brasil é gerada em usinas hidrelétricas (quase 90%) e seu potencial hídrico está associado à vazão do rio e à quantidade de chuvas.

Infelizmente há pessoas que não se importam com o desperdício de água, erroneamente acreditam que por o Brasil ser privilegiado de Rios de Água doce os quais nunca irão terminar, o problema deste tipo de pensamento é que as pessoas não levam em conta que a água que chega até nós tem um custo de captação, tratamento e distribuição até nossas casas e que este processo é finito e quanto mais consome ou desperdiça água, mais caro ficará este processo para todos, sem contar na finitude dos recursos de água disponível.

Abaixo trazemos uma relação de idéias simples para você refletir no seu dia-dia. Lembre-se que cada litro gasto reflete não apenas na natureza, mas na conta no final do mês que você terá que pagar.

  • Use bacias para lavar a louça.

Ao lavar louça durante 15 minutos com a torneira aberta, gastam-se 240 litros de água. Mas ao usar uma bacia cheia de água pode-se reduzir o tempo em que a torneira fica aberta para 5 minutos e economizar 160 litros.

Para economizar ainda mais, encha duas bacias de água, ensaboe a louça com a água de uma bacia e enxague tudo na outra. Dessa maneira, gastam-se apenas 20 litros, e a economia diária será de 660 litros. Se por um dia 1 milhão de famílias fizer o mesmo, a água economizada apenas na lavagem de louça será suficiente para abastecer 3 milhões de pessoas.

  • Use os dois lados de uma folha de papel

Quem economiza papel está colaborando com o meio ambiente, pois evita a produção de resíduos e a derrubada de árvores. Além disso, vai também economizar água já que para se produzir um quilo de papel são necessários 540 litros de água.

  • Controle seu tempo no banho

O chuveiro elétrico é o responsável pelo maior consumo de água e energia em uma casa. O mercado oferece muitas opções de aparelhos que ajudam a poupar água: duchas com controle de vazão e os chuveiros eletrônicos que permitem regular a temperatura sem alterar a vazão.

  • Água aquecida pelo sol

O aquecimento solar de água, especialmente para o banho, consiste na instalação de placas sensíveis à luz do sol nos telhados. O investimento pode ser recuperado com a economia na conta de luz. Ações da Caixa Econômica Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), também oferecem crédito especial para esse tipo de equipamento.

  • Reaproveitamento de água da chuva

Também podem ser adotadas medidas como a instalação de um sistema de reaproveitamento das águas pluviais. O reaproveitamento  compreende a coleta, filtragem e armazenamento das águas das chuvas que podem ser usadas em vários pontos como por exemplo o vaso sanitário, lavanderia, irrigação de jardins e na lavagem de automóveis e calçadas.

 

Essas foram apenas algumas idéias e dicas que certamente impactaram na sua cidade e na sua econômia.